Gerenciamento de Obras

O gerenciamento iniciasse após a decisão do modelo de negócio proposto para implantação do empreendimento. Nessa etapa, o planejamento começa na concepção arquitetônica, no desenvolvimento dos projetos complementares, na elaboração do orçamento e cronogramas das obras. Após planejar o empreendimento, é de suma importância gerir todas as etapas construtivas, garantindo as metas pontuais e globais, efetivando os prazos e reduzindo os custos.

Dividimos o gerenciamento de obras nas seguintes etapas:

A – Assessoria:

 Implantação de todos os serviços a serem desenvolvidos, participação nas concepções de todos os projetos, elaboração de planilhas orçamentárias, desenvolvimento e acompanhamento do cronograma físico-financeiro e dos contratos de prestação de serviços.

 

B – Coordenação e Gerenciamento:

Seleção e contratação da equipe técnica de gerenciamento das obras e contratação de consultorias especializadas para apoio das mesmas.

Indicação e seleção das empreiteiras que participarão das cotações de preços para execução das diversas etapas da obra.

Coordenação da elaboração da documentação para as cotações de preços junto aos prestadores de serviços.

Coordenação do planejamento de aquisição dos materiais necessários à execução das diversas etapas de obra.

Medições dos serviços executados pelos empreiteiros conforme os contratos específicos.

 

C – Acompanhamento das obras:

Avaliação do desempenho das empreiteiras contratadas e da qualidade técnica dos trabalhos executados, maximizando a produtividade e reduzindo os desperdícios.

Acompanhamento do cronograma físico das obras, de forma a verificar a necessidade de medidas corretivas que permitam a consecução das metas previstas.

Programação da aquisição dos materiais com base no cronograma financeiro da obra, negociando com os fornecedores o melhor preço, garantido economia e qualidade do produto adquirido e permitindo que o mesmo chegue próximo de sua utilização, reduzindo o risco de danos ao material.

1/4